Os melhores livros da Literatura Estrangeira que contam relatos da vida real e livros de memórias que trazem grandes emoções.  Venha conferir! Acesse e compre online nossas sugestões:

 

Uma Terra Prometida - Barack Obama: Um relato íntimo e fascinante da história em formação — feito pelo líder que nos inspirou a acreditar no poder da democracia.
No comovente e aguardado primeiro volume de suas memórias presidenciais, Barack Obama narra, nas próprias palavras, a história de sua odisseia improvável, desde quando era um jovem em busca de sua identidade até se tornar líder da maior democracia do mundo. Com detalhes surpreendentes, ele descreve sua formação política e os momentos marcantes do primeiro mandato de sua presidência histórica — época de turbulências e transformações drásticas.

 

Minha História - Michelle Obama: Um relato íntimo, poderoso e inspirador da ex-primeira-dama dos Estados Unidos. O livro que já vendeu mais de 10 milhões de exemplares no mundo e está há mais de 50 semanas na lista de mais vendidos da Veja. Com uma vida repleta de realizações significativas, Michelle Obama se consolidou como uma das mulheres mais icônicas e cativantes de nosso tempo. Como primeira-dama dos Estados Unidos — a primeira afro-americana a ocupar essa posição —, ela ajudou a criar a mais acolhedora e inclusiva Casa Branca da história. Ao mesmo tempo, se posicionou como uma poderosa porta-voz das mulheres e meninas nos Estados Unidos e ao redor do mundo, mudando drasticamente a forma como as famílias levam suas vidas em busca de um modelo mais saudável e ativo, e se posicionando ao lado de seu marido durante os anos em que Obama presidiu os Estados Unidos em alguns dos momentos mais angustiantes da história do país.

 

Eu Sou Malala: A História da Garota que defendeu o Direito à Educação e foi Baleada pelo Talibã - Malala Yousafzai: Quando o Talibã tomou controle do vale do Swat, uma menina levantou a voz. Malala Yousafzai recusou-se a permanecer em silêncio e lutou pelo seu direito à educação. Mas em 9 de outubro de 2012, uma terça-feira, ela quase pagou o preço com a vida. Malala foi atingida na cabeça por um tiro à queima-roupa dentro do ônibus no qual voltava da escola. Poucos acreditaram que ela sobreviveria. Mas a recuperação milagrosa de Malala a levou em uma viagem extraordinária de um vale remoto no norte do Paquistão para as salas das Nações Unidas em Nova York. Aos dezesseis anos, ela se tornou um símbolo global de protesto pacífico e a candidata mais jovem da história a receber o Prêmio Nobel da Paz.

 

O Diário de Anne Frank - Anne Frank: Este livro é uma edição que traz na íntegra o diário de Anne Frank, com todos os trechos que seu pai cortou para a publicação de 1947, já tão conhecida e lida. É comovente descobrir que mesmo no contexto tenebroso do nazismo e guerra, ela viveu problemas e conflitos de uma adolescente de qualquer lugar e tempo. Anne Frank registrou admiravelmente a catástofre que foi a Segunda Guerra Mundial. Seu diário está entre os documentos mais duradouros produzidos neste século, mas é também uma narrativa tenra e incomparável, que revela a força indestrutível do espírito humano.

 

A Cor da Liberdade: Os Anos De Presidência - Nelson Mandela: A cor da liberdade é a emocionante sequência do best-seller mundial Longa caminhada até a liberdade, volume inicial das memórias de Nelson Mandela. Em 1994, Nelson Mandela tornou-se o primeiro presidente de uma África do Sul democrática. Desde o início, ele estava comprometido em servir apenas um único mandato de cinco anos. Durante a sua presidência, ele e o seu governo garantiram que todos os cidadãos da África do Sul se tornassem iguais perante a lei, e Mandela estabeleceu as bases para transformar um país destruído por séculos de colonialismo e apartheid em uma democracia plenamente funcional. História dos anos presidenciais de Mandela, A cor da liberdade tem como base principal as memórias que ele começou a escrever quando se preparou para deixar o cargo, mas não pôde terminar. 

 

Woody Allen: A Autobiografia Woody Allen: Woody Allen: a autobiografia parte de sua infância no Brooklyn passando pelo início da carreira como roteirista-assistente de grandes nomes da comédia televisiva norte-americana. O artista fala sobre as dificuldades desse processo, como quando fazia apresentações de stand-up em clubes obscuros, e relembra como migrou para o cinema com comédias pastelão que hoje se tornaram clássicos, como Um assaltante bem trapalhão. Enquanto revisita seus sessenta anos de carreira e suas produções que marcaram gerações, como Noivo neurótico, noiva nervosaManhattan e Annie e suas irmãs, até suas produções mais recentes (Meia-noite em Paris e Um dia de chuva em Nova York), Woody fala sobre seus casamentos, romances, amigos, sua relação com o jazz, seus livros e suas peças.

 

Eu Sei Porque o Pássaro Canta Na Gaiola - Maya Angelou: RACISMO. ABUSO. LIBERTAÇÃO. A vida de Marguerite Ann Johnson foi marcada por essas três palavras. A garota negra, criada no sul por sua avó paterna, carregou consigo um enorme fardo que foi aliviado apenas pela literatura e por tudo aquilo que ela pôde lhe trazer: conforto através das palavras. Dessa forma, Maya, como era carinhosamente chamada, escreve para exibir sua voz e libertar-se das grades que foram colocadas em sua vida. As lembranças dolorosas e as descobertas de Angelou estão contidas e eternizadas nas páginas desta obra densa e necessária, dando voz aos jovens que um dia foram, assim como ela, fadados a uma vida dura e cheia de preconceitos. Com uma escrita poética e poderosa, a obra toca, emociona e transforma profundamente o espírito e o pensamento de quem a lê.

Confira também